sexta-feira, fevereiro 06, 2015

Os vereadores e o prefeito

A Câmara Municipal voltou às atividades nessa última quarta (4) em Vitória da Conquista. A Câmara é o poder legislativo local e os representantes deste poder são os vereadores que possuem a prerrogativa de fiscalizar as ações do executivo. Além disso, os vereadores devem trabalhar em função da qualidade de vida da população, criando leis e mediando a relação do povo para com o principal representante do poder executivo, que é o prefeito.
-
A sociedade também deve estar atenta em relação às ações do Poder Executivo. Quanto maior for a cobrança popular e o empenho dos vereadores em suas atividades fiscalizadoras maior será o compromisso do prefeito para com a cidade.  Se tivermos uma Câmara de Vereadores submissa ao Executivo Municipal não podemos esperar importantes melhorias para a cidade. A cidade não desenvolve quando os vereadores não cumprem a missão de investigar o uso devido dos recursos públicos.
-
A divisão dos poderes é fundamental para o fortalecimento da democracia. No livro, O Espírito das Leis, Montesquieu desenvolve a “teoria dos três poderes” como uma alternativa frente aos desmandos sempre presentes no regime absolutista. O Poder Executivo, o Poder Legislativo e o Poder Judiciário integrariam a teoria proposta pelo autor. Montesquieu argumenta ainda sobre a necessidade de autonomia de cada um desses poderes, sem exceder também as suas denominações.
-
Assim, cabe a nós, cidadãos conquistenses, acompanhar dia após dia, o desenrolar das atividades tanto do executivo como do legislativo, na esperança de que eles possam desempenhar com eficácia e eficiência as suas devidas funções.
-
Ivan Cordeiro - Administrador, Teólogo, MBA em Liderança Cristã, estudante de Ciências Sociais na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e presidente do Movimento Amigos de Conquista.
-

Nenhum comentário: