sábado, maio 30, 2015

O partido da mentira


A presidente Dilma Rousseff prometeu em campanha que jamais tocaria nas conquistas do trabalhador brasileiro. Ela mentiu. O partido dos trabalhadores optou por uma marca de poder sem ética e puramente demagógica. Traiu a sua principal bandeira. O populismo petista precisa de um ponto final. Acredito que o Brasil não vai se render a um partido sem escrúpulos, haja vista, a indignação latente de muitos que votaram na presidente.
O PT agora vai lutar para achar um nome que seja capaz de traduzir a indignação popular. Será um caminho tenebroso para o melhor dos marqueteiros. Mas a democracia brasileira que está cada vez mais participativa, certamente, impedirá outra artimanha petista. É notório que Lula e Dilma não convencem mais o povo brasileiro. Mentiram demais. Abusaram da lógica governamental de surrupiar o dinheiro público.
Os brasileiros estão com uma conta altíssima para pagar. Uma conta da incompetência, da roubalheira e do aparelhamento estatal. Uma conta que é exclusivamente do PT. Não foi o PT quem inventou a corrupção, é claro. E o nosso problema não é nem tanto a corrupção, porque em todo lugar existe corrupção. O nosso problema é a impunidade que está alicerçada nesse governo e a sensação que isto provoca na sociedade.
A corrupção e a impunidade instaladas no governo federal criaram um ambiente de reflexão para o cidadão brasileiro sobre a sua relação com essa temática. Se questionamos o político que rouba, que desvia o dinheiro público, devemos questionar também as nossas ações cotidianas. Devemos questionar se somos corruptos ou não em nossas práticas diárias. A mudança que queremos no país começa em nós.
Ivan Cordeiro - presidente do Movimento Amigos de Conquista.
-

segunda-feira, maio 25, 2015

PSDB articula candidaturas em cidades baianas


O PSDB na Bahia aumentou o número de deputados na última eleição. E para 2016, o partido demonstra interesse em participar mais efetivamente das disputas municipais. Em Itabuna, o deputado Augusto Castro (PSDB) está em liderando as pesquisas. Em entrevista na manhã de hoje (25), ao programa Conexão CBN, o deputado afirmou que "passando as eleições de governo, vem à tona a sucessão municipal em todos os municípios, e aqui na Bahia as grandes cidades acabam chamando atenção [...] Em Itabuna, nós estamos pregando a unidade. Independente de quem venha a ser o candidato". 

Em Vitória da Conquista, o cenário não é diferente. O advogado Marcelo Melo esteve reunido na última sexta-feira (22), com o deputado federal João Gualberto. Na ocasião recebeu um convite para fazer parte do grupo psdebista. Marcelo obteve cerca de 25 mil votos na eleição para deputado federal no ano passado. 

O PSDB na Bahia se articula para ampliar a sua participação nas administrações municipais em 2016.
-

terça-feira, maio 19, 2015

Vitória da Conquista: procura-se um prefeito

-
A maior cidade da região sudoeste precisa de um prefeito. Não basta ser honesto, aliás, honestidade deveria ser uma virtude obrigatória na vida de qualquer ser humano, inclusive, no ser político. Além da honestidade, precisamos de um prefeito com visão empreendedora, que trabalha incansavelmente pelo desenvolvimento da cidade. Um prefeito que projeta a cidade para o futuro. Um prefeito inovador.

A cidade é dinâmica, mas estamos submetidos há quase 20 anos ao comodismo de um grupo que envelheceu na administração pública, mais do que isso, que envelhece a nossa cidade a cada dia que passa. Precisamos repaginar a nossa Conquista. Precisamos de uma administração que respeita o dinamismo e a história de lutas do seu povo. Vitória da Conquista se desenvolve porque tem um povo guerreiro e que apesar do poder municipal mantem-se na roda do progresso.

Todavia, acredito que podemos avançar mais. Temos a capacidade de nos tornar uma cidade melhor. Com uma mobilidade urbana eficiente, sem amadorismos e que não seja refém da mentalidade mediana de um secretário. Podemos avançar com uma educação de qualidade e que não seja marcada com o pior Ideb do Brasil. Podemos avançar com uma saúde que respeita a dignidade do ser humano. Podemos ter uma cidade com menos violência que ofereça mais oportunidades aos jovens. Uma cidade com uma política de melhoria constante do transporte coletivo.

Peter Drucker disse certa vez que “a melhor forma de prever o futuro é criá-lo”. Uma cidade que deseja pensar e antecipar o futuro precisa de pessoas criativas, ainda mais, em seu principal posto que é o poder municipal. Lamento que em quase 20 anos de história o grupo político que aí está não deixará um legado de criatividade e de importantes realizações. Por isso, aqui vai um alerta: Vitória da Conquista precisa e procura um novo prefeito.
-
É você
Que ama o passado
E que não vê
Que o novo sempre vem...
-
Ivan Cordeiro - presidente do Movimento Amigos de Conquista.
-

PSDB: Uma oposição que é a favor do país.

-
Comenta-se que a propaganda partidária que o PSDB levou ao ar na noite de ontem (19), foi uma das mais ofensivas peças de marketing do partido contra o PT de Dilma e de Lula. No vídeo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que "nunca antes na história desse país se roubou tanto em nome de uma causa". 
-
Já o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, disse que "o Brasil precisa saber definitivamente quem roubou, quem mandou roubar e quem, sabendo de tudo, se calou ou nada fez para impedir". Nesse sentido, o PSDB reforça o seu compromisso com uma oposição ao governo, mas, sobretudo, a favor do país.  
-
Assista ao vídeo e entenda o recado do PSDB para o país.


terça-feira, maio 12, 2015

A cidade que queremos


"Você nunca vai saber
quanto custa uma saudade
o peso agudo no peito
de carregar uma cidade".
(Paulo Leminski)
-
Para iniciar um debate sobre a cidade que queremos precisamos ter primeiramente a compreensão de que a cidade é a extensão do nosso próprio corpo. A forma como lidamos com o nosso corpo reflete no cuidado com a cidade. Cada um de nós tem o dever de administrar bem o lugar em que vive. A cidade é a casa de todos. Dessa maneira, não podemos delegar exclusivamente aos políticos a função de zelar pelo nosso bem estar social.

Passa por todo cidadão a necessidade de um agir ético que esteja interessado pelo bem comum de toda a comunidade. A cidade não pode ser apenas um espaço de disputas e de privações. Infelizmente, nem todos têm direito à cidade. A cidade precisa ser um lugar de encontro. A cidade precisa de pessoas que fazem o bem por toda parte. O escritor Timothy Keller afirma que a própria Bíblia retrata as cidades como lugares de perversão e violência, mas também de refúgio e paz.

Sei que não é fácil viver nas cidades. Elas estão saturadas de corrupção e violência, ainda mais no caso do Brasil. Parece haver uma desintegração maior em nossa sociedade. Todavia, precisamos promover sentido à nossa existência rompendo com a natureza corrupta que habita em nós. Precisamos redimir as cidades. Precisamos de uma consciência mais acolhedora e menos egoísta. Uma consciência que integra o outro no lugar em que habitamos.

Ademais, a cidade não é feita de prédios, cimento e avenidas. A cidade é feita de gente, de complexas relações humanas. Nesse sentido, é importante que a cidade viabilize a existência social dos indivíduos. A cidade que queremos será sempre a cidade que somos.
-
Ivan Cordeiro - presidente do Movimento Amigos de Conquista.
-

segunda-feira, maio 11, 2015

A pátria educadora não respeita os professores da rede pública

-
Os professores da rede pública reclamam das más condições de trabalho e do salário injusto que recebem em quase todo o Brasil. A verdade é que a categoria não é levada a sério pelos governantes e, por isso, tem todo o direito de se manifestarem nas diversas cidades do país.
-
Em Vitória da Conquista não é diferente. O piso salarial não é cumprido integralmente e os professores reclamam da falta de estrutura das escolas e creches do município.
-

O corporativismo na CPI da Petrobras

-
Os políticos investigados não estão sendo convocados para a CPI da Petrobras. É que em Brasília, o corporativismo político tende a funcionar quando necessário.
-
Enquanto isso, o doleiro Alberto Youssef, confirmou nesta segunda-feira (11) que o Planalto sabia de tudo. Alguma novidade? 
-