sábado, junho 20, 2015

Fernando Pimentel (PT-MG) estaria envolvido num suposto esquema de lavagem de dinheiro


O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) recebeu da Polícia Federal um pedido de abertura de inquérito por suposto crime de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos ou valores, realizado pelo atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT).

O desvio de recursos públicos para campanhas eleitorais merecem toda a destreza investigativa da Polícia Federal. O governador nega qualquer irregularidade na origem dos recursos utilizados em sua campanha.

A péssima avalição sobre Dilma


Depois de 6 meses do novo mandato, a presidente Dilma alcançou uma marca histórica para a avaliação de seu governo ficando atrás apenas do ex-presidente Fernando Collor. Segundo a pesquisa Datafolha, divulgada neste sábado (20), para 65% dos brasileiros, o governo da presidente é ruim ou péssimo. Collor teve a maior rejeição com 68% em 1992, quando foi afastado do governo.

Os números apenas revelam a desastrosa política do governo petista que nos últimos anos tem se envolvido em diversos casos de corrupção. A Operação Lava Jato e as contas rejeitadas pelo TCU comprovam o mau momento da gestora do país.
-

Uma gestão inovadora para Vitória da Conquista


Vitória da Conquista precisa de uma gestão pública inovadora. Não dá mais para suportar a ineficiência da gestão municipal. Em 2016, completam-se 20 anos de um mesmo grupo político que envelheceu no poder e que tem envelhecido a nossa cidade. Não existem por aqui obras que possam durar por mais 20 anos sem necessidade de ampliação. Falta planejamento.

É preciso criar uma agenda de inovação, com forte investimento no empreendedorismo. Buscar as parcerias público-privadas com a finalidade de melhorar a infraestrutura e expandir o desenvolvimento da nossa cidade. Vitória da Conquista tem um potencial de crescimento ainda não capitalizado de forma devida. O governo trabalha com um alto índice de amadorismo.

É preciso ousar e acreditar que é possível alcançarmos uma educação que ultrapasse a qualidade da média nacional. Uma saúde que seja referência não apenas na propaganda mas na vida das pessoas. Podemos expandir a força da nossa cultura, a terra de Elomar Figueira e Glauber Rocha pode ser uma rota do turismo cultural que atraia ainda mais pessoas para a cidade.

Com esforço e vontade a gente faz uma cidade melhor. Para a gestão ser inovadora é fundamental um prefeito e um secretariado competentes, com foco nas boas práticas de governança. Vitória da Conquista não pode esperar mais. Que nos próximos 20 anos possamos viver numa cidade melhor.   

Ivan Cordeiro - presidente do Movimento Amigos de Conquista.
-

O 'Brahma' está espumando


Lula era chamado de o 'Brahma' pelos empreiteiros da Lava Jato. Notícias dos bastidores dão conta de que ele estaria espumando com as prisões da última sexta-feira (19). A verdade é que o número um está com medo de ser o próximo da lista. No mundo das contradições, os primeiros serão os últimos. 
-

quarta-feira, junho 10, 2015

O coração do bom líder


Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida”.
(Pv 4.23)

É a partir de um olhar minucioso para o coração do líder que podemos avaliar a efetividade de sua liderança. Caracterizo aqui o bom líder como aquele que se aproxima o máximo possível do modelo de liderança de Jesus, que liderou amando, que amou servindo, que serviu entregando a sua própria vida em favor do outro. O bom líder se compromete em seu coração em liderar como Jesus, amando e servindo, sem resquícios neuróticos narcisistas.
É no coração que se inicia o chamado para liderar-servindo. Nada acontece na vida do líder cristão sem antes haver um confronto radical entre os seus valores e os valores de Cristo, ou seja, do Reino de Deus. Reino que não se limita a tempos ou espaços específicos, mas que habita em cada um de nós. E quando o Reino de Deus se evidencia dentro de nós, somos direcionados a servir o próximo.
É no coração que resolvemos os nossos conflitos, que entendemos as nossas dores, que tratamos os nossos traumas. É numa profunda relação com Deus que se nasce para o ministério, para uma vida de entrega e renúncia a cada dia. É no coração que Deus imprime um novo eu, um eu reformulado, perdoado e amado. Por isso, o líder deve guardar o seu coração para que assim possa cuidar do coração de outras pessoas.
Ademais, a satisfação de uma boa liderança não é alcançada pelos resultados obtidos ou pela busca incessante do sucesso, mas, pela disposição que um líder tem em cuidar do seu coração na certeza de que dele depende toda a vida, e quando se tem a vida, não se quer possuir mais nada.
Ivan Cordeiro - Administrador, Teólogo, MBA em Liderança Cristã, Mestre em Ciências das Religiões. 
-

terça-feira, junho 02, 2015

Brasil arrecada muito, mas não dá retorno


De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT, o Brasil possui uma das maiores cargas tributárias do planeta e é o país que proporciona o pior retorno à população pelos tributos arrecadados nas esferas federal, estadual e municipal. 

“Mesmo com os sucessivos recordes de arrecadação tributária, - marca que, em 2015, já chegou aos R$ 800 bilhões de tributos-, o Brasil continua oferecendo péssimo retorno aos contribuintes, no que se refere à qualidade do ensino, atendimento de saúde pública, segurança, saneamento básico, entre outros serviços. E o pior, fica atrás de outros países da América do Sul, como Uruguai e Argentina, que ocupam, respectivamente, a 11ª e 19ª colocações no ranking”, alerta o presidente – executivo do IBPT, João Eloi Olenike.

A gestão pública precisa saber aplicar os recursos arrecadados para o máximo de benefício da população. Países que possuem uma arrecadação como a do Brasil, como é o caso da Noruega e Alemanha, conseguem fazer uma gestão muito mais eficiente. Faltam aos gestores brasileiros um maior compromisso com o país e uma maior capacidade de gestão.

Ivan Cordeiro - presidente do Movimento Amigos de Conquista.
-