sexta-feira, agosto 14, 2015

A juventude nossa de cada dia


Vitória da Conquista está sofrendo silenciosamente um verdadeiro extermínio da juventude. O Mapa da Violência 2015, que trata sobre as mortes de adolescentes com 16 e 17 anos, revela que Conquista é uma das cidades mais violentas do país. Até quando a violência que se alastra por nossa cidade continuará matando a nossa juventude e calando as nossas vozes?

Ainda mais assustadora é essa indiferença de grande parte da sociedade diante de uma realidade que deveria estar incomodando a todos nós. A violência sendo tratada com naturalidade só faz aumentar o caos social no qual estamos inseridos. Se não despertamos de nossa insensibilidade, certamente será mais difícil cobrar alguma atitude daqueles que nos governam.

No ano de 2013, o Plano Juventude Viva, do Governo Federal, foi apresentado aos movimentos sociais de Vitória da Conquista. O Plano tinha por objetivo ampliar os direitos da juventude e reunir ações para reduzir a vulnerabilidade de jovens negros a situações de violência física e simbólica. Infelizmente, não é isso o que vemos na prática. A juventude nossa de cada dia continua vulnerável.

Já passou da hora de tratarmos a juventude com maior seriedade, ainda mais quando estamos discutindo o tema da violência. Se o governo continuar com políticas públicas falseadas, entretendo líderes de movimento, sem trabalhar medidas concretas, Vitória da Conquista continuará entre as cidades com as maiores taxas de assassinatos de adolescentes do país. Lamentável! 

Ivan Cordeiro - presidente do Movimento Amigos de Conquista.
-

Nenhum comentário: