sexta-feira, julho 08, 2016

O dilema dos conjuntos habitacionais de Conquista


Por Ivan Cordeiro

Local freqüente de homicídios, os conjuntos habitacionais estão se constituindo em espaços desintegrados do restante da cidade, onde a violência cresce sem limites. Mais um adolescente, de apenas 16 anos, foi assassinado ontem (7), no Conjunto do Vila Elisa. Desassistidos, os moradores sofrem com a ausência de políticas publicas e o conseqüente aumento da criminalidade. 

A administração municipal faz vista grossa para as necessidades básicas: falta creche, falta ensino de qualidade, falta posto de saúde - não só para atender os conjuntos habitacionais, mas também para a população original do bairro, carente há décadas. A luta por melhores espaços de moradia deve ser pauta prioritária de todo gestor público. Precisamos voltar nossa atenção para a administração dos conjuntos habitacionais e pensar coletivamente no bem-estar da comunidade.
-

terça-feira, julho 05, 2016

O PT perdeu o vice


O PT sempre teve a facilidade de escolher algum vice dentre os diversos partidos da Frente Conquista Popular. Hoje, a frente deixou de ser frente, pois, o pré-candidato a prefeito já não empolga mais, devido ao cansaço da mesmice e da falta de renovação, assim como, deixou de ser popular, pois, perdeu a confiança do povo.  

O PT começa a sentir o amargo da derrota e do isolamento. Pra começar, perdeu o PCdoB, perdeu o PTB, perdeu o PV, e, por último, perdeu o PSB. Além disso, apostava que o atual vice de Guilherme, Joás Meira, poderia ser, também, o vice de Zé Raimundo. Eis que o PSB lança Joás como pré-candidato a prefeito. 

Pelo visto, a luz do PT está se apagando em Conquista.
-

segunda-feira, julho 04, 2016

O sistema desintegrado de Conquista


O sistema integrado de ônibus de Vitória da Conquista desintegra mais do que integra. A falta de um bom planejamento tornou o sistema uma verdadeira piada de mau gosto para a população.

Quem usa o transporte público em Conquista, conhece muito bem as grandes dificuldades em fazer a tal integração prometida pela prefeitura.
-

DEM e PMDB juntos resolveriam alguns problemas da oposição conquistense


Pra resolver alguns problemas da oposição conquistense, seria interessante uma coligação na proporcional entre o PMDB e DEM. Poderiam ser eleitos, além de Lúcia Rocha e Álvaro Pithon (DEM), mais alguns do PMDB.

Essa chapa colocaria panos quentes nos últimos acontecimentos que têm deixado os partidos numa relação pouca amistosa. Além de resolver o problema do isolamento de Álvaro e Lúcia.
-